A Arte do Ser Cantante é uma abordagem criada por Cecília Valentim, que integra as Artes do Canto e da Cura com o propósito de possibilitar um Re-EnCantamento da habilidade e capacidade inatas do Ser de expressar-se por inteiro, em toda sua potência, convidando o participante a colocar sua voz em consonância com a vibração da sua beleza original e irretocável, para estar no mundo em ressonância com os movimentos da Alma e em consonância com os sentimentos, plenas de si mesmas, modulando seu próprio canto, co-criando o cantar de todos.

"O Sopro da criação transforma-se em som e anima a vida em todos os seres. A alma, como informação que transcende a eternidade, vibra a matéria e ressoa por toda a extensão da emoção humana em um único instante."

Abordagem

A Arte do Ser Cantante considera, primordialmente, que cantar é uma habilidade inata em qualquer pessoa e que cantor é todo aquele que se manifesta musicalmente pela voz. Todas as atividades realizadas consideram as cinco dimensões: corporal, emocional, cognitiva, musical e poética, que configuram um caminho para consciência   e o desenvolvimento vocal em sua totalidade. Busca, igualmente, possibilitar o reconhecimento, o alargamento e o refinamento da sensibilidade e da percepção estética que está presente nos movimentos, na qualidade vocal e na expressão daquele que canta, que evidenciam seu modo de ser e perceber o mundo.

Cantar é uma atividade essencialmente corporal. O cantor se torna cantante em um corpo receptivo que o revela e que é revelado por ele. Um ser estético em si, que se move à sua maneira, deslocando-se para dentro de si mesmo para transitar do ouvir interno para a escuta do mundo, tornando-se ao mesmo tempo obra de arte e artista, em uma trama expressiva do sensível.

Um corpo engajado, totalmente presente em uma experiência onde o campo sensível é constituído pelo fazer de uma arte que é ele mesmo, que possibilita ao cantante alargar e refinar sua sensibilidade, a auto percepção, a cognição, a reconhecer os valores que emergem da sua expressão.  Ao reconhecer, compreender e expressar tais valores, pode transformá-los.

Reflexivo e autoconsciente, o cantante debruça sobre si mesmo na ação de cantar. Considera-se, portanto que, ao cantar, o cantante integra e restaura a conexão de suas dimensões consigo mesmo e com o que está ao seu redor. E assim, ao compartilhar seu canto, o cantante reconhece-se compondo e composto pelo ambiente no qual ocorre a experiência, ampliando o senso de pertencimento a si mesmo e a uma comunidade em um campo estético onde o cantante emerge como canto e canção: quando canta, se torna canção, cria e escreve a narrativa sonora de sua existência, ativa todo o seu ser, faz-se sensível ao outro e ao ambiente que o envolve.

Cantar é uma habilidade inata em qualquer pessoa e que cantor é todo aquele que se manifesta musicalmente pela voz

compartilhe

entre em contato

Você pode nos contatar pelos meios abaixo: